Physalis

physalis_by_eloel-d4xg98m

A physalis é uma frutas exótica, encontra se no mercado a preços muito elevados, mas no Norte e Nordeste do nosso país é muito comum. Ela é chamada por nomes brasileiros: Camapum, Joá-de-capote, Saco-de-bode, Bucho-de-rã, Bate-testa e Mata-fome.

Essa variedade nativa é a physalis angulatra da família das Solenáceas a mesma da batata, do Tomate, do Pimentão e das Pimentas. É originária da Amazônica e dos Andes.

Na Colômbia é conhecida como Uchuva e no Japão, como Hosuki. É uma planta arbustiva e pode chegar aos dois metros de altura. As frutas são delicadas, pequenas e redondas, a sua cor vai do amarelado ao alaranjado, são revestidas por uma folha fina e seca, em forma de balão, o seu sabor é adocicado, levemente ácido. A physalis é usada na

preparação de doces, geleias, gelados, bombons e em molhos de saladas e carnes. É rica em vitaminas A,C, fósforo e ferro além de ter também alcaloides e flavonoides.

A physalis tem também benefícios pra a saúde como por exemplo: purifica o sangue, fortalece o sistema imunológico, alivia dores de garganta e ajuda a diminuir as taxas de colesterol. A população da Amazônia utiliza os frutos, folhas e raízes para combater a diabetes, reumatismo, doenças de pele, bexiga, rins e fígado.

A Physalis está a ser estudada pela Fiocruz(Fundação Oswaldo Cruz) da Bahia para poder ser utilizada para controlar o sistema de defesa do organismo, ajuda a diminuir a rejeição em transplantes e contribui para a cura das alergias.

A germinação acontece ao fim de 20 dias de ser plantada. Pode ser plantada em qualquer

altura do ano em climas tropicais e subtropicais, mas também tolera bem o frio.

Kudamono (Sashimi de Physalis)

 kudamono

Ingredientes:

* 4 Bananas nanicas

* 2 Maçãs

* 8 physalis

* 2 carambolas

* 8 cerejas

* 2 laranjas

* Açúcar q.b

* 300ml de creme de Leite fresco

* 300ml de Leite integral

* 80g de Açúcar

* 1 fava de Baunilha

* 2 colheres de sopa de Maizenna

* 4 gemas

Preparação:

Mistura-se o leite creme e o leite, acrescenta-se a fava de baunilha aberta e raspada. Leva-se a lume branco e mexe-se até obter a textura desejada, reserva-se. Distribui-se o creme de baunilha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s